Translate

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Suspensão de concursos e o retorno da corrupção


Dilma suspendeu a contratação de concursados e a realização de novos concursos, dentro do corte  dos 50 bilhões anunciado para orçamento da união em 2011. Parece uma medida e austeridade, mas não é. Trata-se da batalha travada entre o interesse público e o privado. Durante o governo FHC concurso público era raríssimo e todas as contratações eram feitas através da terceirização e cargos comissionados, o filé da corrupção. Lula condenou a prática e fez dezenas de concursos por ano para contratação de pessoal. Isto é o que determina a Constituição. O concurso impede que o cargo público se transforme em cabide de emprego político e que seja comercializado nas lucrativas terceirizações do financiadores de campanhas políticas. Tais contratações são impossíveis de serem fiscalizadas. Dilma, cujo início de governo é um triste espetáculo do retorno da corrupção, vai enveredar para os cargos comissionados e contratações terceirizadas....

Um comentário:

  1. Essa será a cara do governo Dilma, corrupção e desemprego!

    ResponderExcluir